12 thoughts on “HDM 11: Logo do Podcast, Safari 4, Google Sync, Mac mini, etc…”

  1. Fernaaaando! Que que aconteceu com seu iPhone? Ou melhor… Que que cê fez com seu iPhone?!

    E outra, que documentário é esse que vocês citam? Tem como linkar?

    Cês já ouviram aquela história de que, na primeira geração do iPhone, há uma película na caixinha de som do telefone, e que ela acaba meio que “abafando” o som? Procurando no orkut, vi gente que disse que retirou a parte preta de trás do telefone para retirar a tal película, e até gente dizendo que pegou uma agulha e foi furando a película enfiando em cada buraquinho da caixinha de som. E todos relatam que “realmente, o volume do som aumentou consideravelmente”. Será verdade? Será boato?

    Valeu, ótimo podcast.

    1. Olá Armando. Obrigado por nos lembrar do link para o documentário. O nome dele é Welcome to Macintosh. Coloquei o link para o site oficial e para o IMDb na lista de links do episódio. Abraços!

  2. Meu iPhone está provavelmente com mal contato entre o rádio e o circuito principal. O que acontece é que perde o sinal GSM/EDGE a todo momento. Dizem que pode acontecer se meio que soltar o cabo que conecta as duas placas, mas abrir pra arrumar é uma baita mão! Tem o lado bom, menos gente liga para incomodar! 😀

    Sobre o volume, não sabia dessa película. Eu sei que o fato de ser de metal atrás atrapalha o sinal, tanto que mudaram para plástico na versão 3G. De qualquer forma, não acho que vale a pena abrir Armando. Esses produtos da Apple são bem chatos de se abrir/fechar. Eu desmontei um Nike+ e nunca mais consegui fechar…

  3. Aos 07:41, para o Fernando. Aí, blz, aqui é o Guilherme Neves do clicRBS. Sobre as abas na parte de cima do Safari. Também detestei, no Safari. Quando o Chrome apresentou, curti – acho interessante ter um browser praticamente no F11 por default, sem um monte de penduricalhos. Mas no Safari ficou feio demais.

    1. Olá. Eu não vi no MacMagazine, mas vi no Mac OSX Hints, ainda na semana passada. Estou dando uma chance para as abas na parte superior. Vamos ver por quanto tempo eu agüento.

  4. Aos 37min, o Cristiano tentava comentar sobre as LOJAS DA MICROSOFT (lojas FÍSICAS, como aquelas Apple Stores, como aquela do cubo de vidro da quinta avenida em nova york, loja de verdade, daquelas feitas de tijolos, com vitrine de vidro, com vendedores dentro, com produtos em prateleiras, daquelas lojas que encontramos em shopping centers ou nas ruas e podemos entrar nelas com nossos cotpos de verdade), mas o Fernando INSISTIA EM NAO ENTENDER, e ficava comentando sobre a APP STORE DA MICROSOFT (loja VIRTUAL, via internet, como a iTunes store ou a App Store para ipod/Iphone). Putz! Que vontade de estar lá pra acordar o Fernando! Prestenção, Fernando! 🙂 Ah, uma dica pro Cristiano: “a” MacMagazine não é uma revista, é apenas um site mesmo, um Blog, portanto chame-“o” apenas de “o MacMagazine” em vez de Blog “da” MacMagazine. Blz? Gostei muito do podcast, mas não compreendi como vcs puderam criticar tanto o novo Safari, porque eu adorei TODAS as novidades. Tudo ali tem um porquê, uma função, uma lógica. Pode melhorar? Claro! Tudo pode e vai melhorar. Mas eu gostei muito!

    1. Olá Thiago. Estou usando o Safari há alguns dias e estou gostando muito, mas da velocidade…

      Top sites não é exatamente uma inovação, o Opera implementa isto desde que me lembro por gente (chamam de Speed Dial). O Chrome popularizou um pouco mais a funcionalidade, que também já existia para o Firefox na forma de extension feitas por terceiros. Aliás, a própria Google liberou (em sua última toolbar para Firefox) esta funcionalidade para o navegador opensource, inclusive com features a mais que no Chrome.

      As abas na parte superior não só estão feias, como não funcionam bem neste beta. Talvez resolvam isto para a versão final, mas ainda não está legal. Diversas vezes fui selecionar uma aba e acabei arrastando a janela inteira um pouco, ou simplesmente acabei tendo que clicar duas (ou três vezes) para a aba ser selecionada. Continuo achando que fizeram algum hack no próprio framework deles para dar uma funcionalidade de abas para algo que não foi feito para se comportar desta forma (barra de títulos).

      Agora, estou IMPRESSIONADO coma performance do Safar 4 Beta. É visível no meu Mac a diferença, tanto para abrir/navegar entre inúmeras abas, como para renderizar e processar páginas, etc… Neste sentido a Apple está de parabéns! Aliás, acho que é a única empresa que consegue lançar um software novo, com mais funcionalidades e mais leve que a versão anterior.

      Abraços!

  5. Tens razão Thiago, a Microsoft criou ambas lojas e eu achei que estavam falando da imitação da App Store 🙂 Só fui me tocar depois…

    Eu continuo corroborando com o pensamento que o Safari 4 confundiu elementos de UI, pois misturaram barra de título com abas. Creio que a melhor solução será o usuário poder configurar onde prefere a barra, tentando agradar Gregos e Troianos.

  6. Otavio, a velocidade e algumas funcionalidades em si não são as unicas novidades nesta versão do Safari. Nossos desenvolvedores fizeram do Safari 4, um navegador para web que passa com 100/100 de acertos nos testes Acid3, que verifica se o navegador é compatível com os padrões web (Web Standards) definidos pela W3C. Ao acessar o site: http://acid3.acidtests.org/ a partir de outro navegador, você verá que estes navegadores não conseguem completar o teste como o Safari 4, que renderiza os testes rapidamente e com sucesso em todos. Para saber mais sobre estes testes, acesse a wikipedia. Além disso, ele já vem pronto com os plugins padrão para web mais utilizados. É um navegador pronto para se usar.

  7. Thiago, o render o Safari 4 é o Webkit, que é um “produto” a parte do Safari. Sim, ele também é feito pela Apple, mas ainda um produto separado. É possível entrar no site do componente e baixá-lo para utilizar com o Safari 3 (ou com o Arora, Chrome, etc…). Então, passar no Acid3 não é exclusivo do Safari 4, e sim uma conquista de todos os navegadores que utilizam a versão do webkit que está no trunk.

    No browser, **aquele container que fica em volta do componente webkit**, algo de novo foi adicionado? Para não dizeres que sou uma chato, gostei da nova barra de endereços. Unificar a barra de endereços, com busca no histórico e nos bookmarks ficou ótimo (e limpo). O Chrome faz isto, mas as informações estão poluídas. O Firefox tentou algo similar na versão 3, ficou péssimo.

    Agora, volto a dizer que history em forma de CoverFlow e Top Sites não são features revolucionárias.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *