HDM 4: iPhone pode tomar o lugar do PC?

Aqui está o quarto episódio do Hora do Mac, podcast em português sobre Mac, iPhone e outros produtos da Apple. O convidado da semana foi o Daniel Bonatto. Nesse episódio são comentados os temas Time Machine, os 10 piores produtos da Apple de todos os tempos e o Apple TV. Sobre iPhones, discutimos se no futuro o celular pode substituir o PC, o uso como plataforma de Jogos, o compartilhamento de rede e o teclado externo para o aparelho.

Esses foram os aplicativos destacados do terceiro episódio:

Participantes do episódio: Cristiano André da Costa, Fernando Costa, Felipe Kellermann e Daniel Bonatto.

Não deixe de assinar o feed do “Hora do Mac”!

14 thoughts on “HDM 4: iPhone pode tomar o lugar do PC?”

  1. Olá
    Sou um usuário recente de Mac, e é interessante ficar conhecendo os programas disponíveis, uma vez que sou novo no universo.
    Um dica : cuidado com o termo “falta de costume”. Acostumar-se a um dispositivo ou função é basicamente adaptar-se a ele, seja bom ou ruim, porque não existe uma alternativa. Neste contexto, “acostumar-se” ao teclado virtual do iPhone (que na minha opinião é ineficiente) não necessariamente advoga a favor do produto, mas muito antes pelo contrário.

  2. Olá Denny. Eu concordo contigo 🙂 necessidade de adaptar-se a um produto não é um bom sinal. Mas, pelo menos da minha parte, geralmente quando eu estou muito mais me referindo à tecnologia (multi-touch) do que uma implementação em específico (a do iPhone). Eu vi pela Internet que o teclado multi-touch do G1 (Android) seria muito parecido (para não dizer exatamente igual). Não sei qual é a experiência de usuários com outros teclados multi-touch, mas o que ouço por ai é que, dentro os que existem, o do iPhone representa (ainda) o “estado da arte” nesta área… Obrigado pela dica e continue ouvindo o HDM 🙂

  3. Também concordo com o Denny, acostumar-se com alguma coisa geralmente é por ela estar sendo imposta. O que acho interesssante, contudo, é que não conheço ninguém que tenha um iPhone e reclame do teclado. Conheço várias pessoas que não têm um iPhone e reclamam do teclado, o que me faz pensar…

    Gostaria de conhecer alguém que tenha de fato um iPhone e tenha problemas com o teclado. Eu sinceramente não passei por um processo de adaptação para usar, para mim foi extremamente natural. Minha mãe, por exemplo, tem um iPhone e saiu digitando naturalmente. Para ela inclusive facilitou, pois as letras são maiores e ela enxerga melhor.

  4. Obrigado pela respostas, pessoal.
    Este “embate” entre teclado virtual ou físico não faz muito sentido realmente. Existe espaço, vantages e desvantages em ambos. Certamente um teclado físico real, com responsividade e conforto é o melhor dos mundos (não teríamos chegado até aqui se o teclado não fosse um dispositivo radicalmente universal e confortável). Um teclado multi-caracter de um celular convencional é uma alternativa utilizada basicamente em função do espaço disponível, e não uma opção de desenho – é por isso que teclados maiores como o do BB são adorados – o que não significa que o iPhone deva ter um (acho essa possibilidade quase inexistente).
    Interessante Fernando..mas se o universo das pessoas que conhecemos (e portanto influenciamos) fosse estatísticamente relevante, acho que nenhum produto no mundo teria tomado decisões “erradas”;)

  5. Também acho Denny, apenas estou curioso por descobrir a opinião das pessoas “certas” 🙂 Talvez um poll no site ajude!

    Acho que a resposta não é nem usar um teclado de verdade, nem usar a tela sem resposta. Algo na linha de telas touch screen responsivas, como já conversamos, poderia ser uma solução interessante.

  6. Fernando, faz todo sentido para mim que não conheças uma pessoa que tenha um iPhone e não goste do teclado, pois pelo menos eu não gastaria 1500 reais em um produto que eu não gosto. 😉

  7. Fernando, dá uma olhada no BlackBerry Storm. Ele tem um visor que, além de ter textura com a tecnologia haptic, tu podes “clicar” nele…além de ter a possibilidade de ter apenas o touch usual, tu podes apertar o LCD e ele “clica”..abaixa alguns milímetros, e dá a mesma sensação de um click. Achei a idéia sensacional.

  8. Olá pessoal, cheguei aqui por recomendação do Alexandre Sena. Faço parte do blog/ podcast do Rodrigo Merino e gostei bastante dos episódios de vocês. Sds.

  9. Whinston, obrigado pelo feedback 🙂

    Denny, certamente testarei o dia que ele for de fato lançado. Eles estão enrolando com o lançamento, acredita-se que por um problema no software.

    A $199 será um bom concorrente para o iPhone, eu espero.

  10. Parabéns pelo ótimo podcast! Estou adorando!
    Adoraria dar um pitaco a respeito de teclados, mas realmente, escrever aqui nos comentários a partir desse tecladinho do iPhone tá complicado, hahahahaha! Como tenho muita coisa a dizer, vou mandar um áudio, ok?
    Sucesso!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *